Como identificar o glaucoma em crianças?

Oftalmologista examinando olho de criança.

Como identificar o glaucoma em crianças?

Embora o glaucoma seja muito associada aos idosos, as crianças também podem ser afetadas pela doença que é a segunda maior causa de perda de visão no mundo. Mas, como é possível descobrir o problema na infância? Continue a leitura para saber mais sobre a doença e sobre como identificar o glaucoma em crianças.

Glaucoma infantil

O glaucoma surge quando há uma lesão no nervo que liga o olho ao cérebro, o que acontece quando há muita pressão do “humor aquoso”, o líquido que preenche a câmara posterior e anterior dos olhos e nutre a córnea e o cristalino. De tempos em tempos o humor aquoso precisa ser eliminado pelos canais que circundam a parte interna dos olhos, mas pode acontecer alguma obstrução neles e o líquido acumular.

Em muitos casos, o glaucoma infantil é congênito, ou seja, está presente desde o nascimento. Também há o glaucoma secundário, que pode surgir devido a outros fatores:

  • Doenças, como diabetes;
  • Trauma na região dos olhos;
  • Após uma cirurgia nos olhos;
  • Uso excessivo de corticoides.

Sinais e sintomas do glaucoma em crianças

Os diagnósticos de problemas de saúde nos primeiros anos de vida podem ser difíceis por conta da dificuldade de comunicação. Entretanto, mesmo quando os pequenos já conseguem se expressar o suficiente, algumas coisas podem passar em branco. Até porque eles não têm outro parâmetro além do deles, como acontece no caso de problemas de visão. Portanto, é preciso ter atenção com os principais sinais e sintomas de glaucoma em crianças:

  • Sensibilidade à luz - a claridade pode incomodar a visão e até fazer os olhos doerem, isso é muito comum;
  • Olhos lacrimejantes – o glaucoma infantil pode fazer com que a criança fique sempre lacrimejando, o que deixa os olhos vermelhos, como se estivesse chorando. Além de ser um sinal, isto pode atrapalhar bastante a visão;
  • Olhos embaçados – neste caso, os olhos ficam embaçados e perdem o brilho característico;
  • Aumento dos olhos – é comum também notar um aumento no tamanho de um ou ambos os globos oculares.

Caso a criança apresente um ou mais dos sinais e sintomas, isso não quer dizer que ela tem glaucoma necessariamente. Apenas que deve ser levada para a avaliação de um oftalmologista o quanto antes.

Referências

 

PP-PFE-BRA-2027

Mais Pfizer
9 agosto, 2018
Cadastre-se