Enable JavaScript to visit this website.

Buscar Farmácias Credenciadas

   

Corpo & Mente

Por Mais Pfizer, 03 outubro 2017

O sol e o câncer de pele


É verão e você quer aproveitar o sol ao máximo? Para fazer isso sem prejudicar a sua saúde, você precisa tomar alguns cuidados importantes. Isso porque a exposição aos raios ultravioletas do sol é considerada a principal causa de câncer de pele do tipo.

O câncer de pele é causado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõe a pele. Os principais sinais são pintas, lesões com aparência estranha e que sangram facilmente, ou pintas escuras que mudam de cor, textura ou tamanho ou, ainda, uma mancha ou ferida que não cicatriza, que continua a crescer, coça, faz crosta ou sangra.

As chances do câncer de pele aparecer aumentam se você tiver histórico familiar, pele clara e cabelos ruivos ou loiros, propensão para queimaduras ou pele que não fica bronzeada fácil. Se você se encaixar nesse perfil e/ou encontrar um dos sinais listados, procure um dermatologista para ter uma avaliação correta desses sinais.

O tipo de tratamento para câncer de pele varia conforme a extensão da doença, mas normalmente são realizados procedimentos simples, tais como:

  • Remoção do tumor e um pedaço da pele envolta (chamada bora de segurança) com bisturi;
  • Raspagem da lesão com cureta;
  • Bisturi eletrônico para destruir células cancerígenas;
  • Laser ou ácido para remover as células de tumor.

 

Cuidados para evitar que a exposição ao sol cause câncer de pele

Evitar a exposição excessiva ao sol e proteger a pele dos efeitos da radiação UV são as melhores estratégias para se prevenir do câncer de pele. Você pode fazer isso com alguns cuidados básicos:

  • Evite a exposição ao sol das 10 às 16 horas (horário de verão);
  • Use chapéus, óculos escuros, blusas de maga cumprida e boné;
  • Use filtro solar de proteção (FPS) 15 ou mais, aplique 30 minutos antes da exposição e sempre que sair da água.

Observar regularmente a própria pele e procurar pinta ou manchas suspeitas também é uma forma de prevenção. Além disso, você deve consultar um dermatologista uma vez ao ano e fazer um exame completo.

 

Referências

 

GCMA: PP-PFE-BRA-0528